Ajudando, pelo menos um pouco, a superar o maior medo de um estudante

“o que eu vou ser quando crescer?”

“O que eu vou ser quando crescer?” A pergunta assusta qualquer estudante, uma pergunta tão simples que faz você lembrar, “e o vestibular? Será que eu vou passar? Quantas pessoas vão participar das provas? É isso que eu gosto? Dá dinheiro?”

Essas e outras milhões de perguntas chegam a qualquer um. Como já dizia Pascal, “A coisa mais importante para toda a vida é a escolha da profissão: quanto a isso, só o acaso dispõe.” Resumindo, sem querer assustar ninguém, sua profissão só vai definir toda sua vida, como eu disse, nada demais, mas vamos entender algumas coisas, para ajudar nessa escolha tão importante.

Começando com o dinheiro, alguns falam “escolha o que dá mais dinheiro”, mas eu venho aqui falar que dinheiro é bom, mas fazer o que você não gosta é cansativo. Por isso, a minha dica é: siga a profissão dos seus sonhos, uma que você goste, e seja o melhor na sua área, até porque, se você for bom no que faz, consequentemente, você ganha bastante dinheiro.

Outra abordagem é o que as pessoas vão pensar. Sinceramente, não deveria importar, mas como diz a frase de La Rochefoucauld, “em todas as profissões se afecta uma aparência e um exterior que pareça o que queremos que os outros nos julguem. Assim, se pode dizer que o mundo se compõe apenas de aparências”, infelizmente o mundo é apenas de exteriores. Mas se você finge gostar de algo, isso, alguma hora, vai acabar com o seu psicológico, e é sempre bom lembrar que toda a profissão tem seu valor.

Aquela famosa frase “não ligue para opinião dos outros” é uma frase muito verdadeira, por sinal. Como na dica anterior, siga seu coração, o que você gosta e principalmente se sinta bem e confortável com sua escolha.

Estou entre várias profissões, o que fazer? Sinceramente, isso é ótimo, veja qual área mais te interessa e qual você mais se encaixa. Por exemplo, uma pessoa que desmaia vendo sangue, mas quer ser cirurgião, não que seja impossível, mas, nesse caso, complica. Você também pode estudar uma profissão por hobby.

Já se seu caso é completamente o contrario do parágrafo anterior, e nenhuma área te interessa, você tem que trabalhar no autoconhecimento: reúna o Maximo de informações sobre o que você gosta e procure uma área correspondente. Hoje em dia, tem profissão para tudo.

Vou finalizar com a questão “Cresci, e agora?”, começando com outra famosa frase “antes tarde do que nunca”. Estude bastante, já que a idade, nesse caso não importa, sempre é bom estudar, recomeçar e ter uma profissão.

Giovanna Vieira Barbosa


>
Rolar para cima