Diversos caminhos… Mas qual deles seguir?

A escolha profissional é algo que nos preocupa desde muito cedo junto a famosa frase “O que você quer ser quando crescer?” Enquanto somos crianças, nós respondemos prontamente e com muita certeza sobre as nossas futuras carreiras.

Contudo, conforme nós vamos crescendo, vamos mudando de opiniões, interesses, passamos a nos descobrir e redescobrir e, além disso, descobrimos que tem muito mais variedades de profissões além das tradicionais, e é aí que a confusão tem início. Pois é, a partir desse momento que surgem diversos caminhos, e a dúvida vai se tornando cada vez mais cruel.

Você cresce com o sonho de ser médica e, de repente, descobre que ser diretora de cinema é mais interessante, ou então, eu passa a conhecer e gostar de biologia, mas também me interesso por literatura; no entanto, história é o seu ponto fraco.

Como será a minha vida se seguir essa profissão? Qual a média de salário? Como é o trabalho? Quais as oportunidades que essa profissão pode me oferecer? Como é o mercado de trabalho para essa área? Será que é isso mesmo o que quero fazer? Estou tomando a decisão correta? Quais as minhas prioridades?

Muitas questões e nenhuma resposta. Isso é o que define os adolescentes e jovens nesse momento importante de escolha. Qual decisão é a correta ou qual caminho deve ser seguido? Não tem como saber, mas deve fazer o que sente que é o certo. Se quer fazer algo certo, tem de estar disposto a se arriscar e “quebrar a cara” para acertar, já que, quanto maior o risco, maior o sucesso. Pessoas que se arriscaram foram as que conseguiram o que queriam e muito mais.

Por isso, encerro esse texto com uma das minhas frases favoritas: “Eu não paro no meio do caminho, eu sou o destino” – Blair Waldorf (Gossip Girl). De forma clara, essa frase tem como foco mostrar que, independente de qualquer dúvida ou problema, quem é o responsável por fazer as coisas acontecerem na sua vida é você mesmo e mais ninguém. Então…faça acontecer!


Camilla Moro Rodrigues

Estudante, amante de livros, filmes, séries e novelas (quanto mais antigo é ainda melhor), uma garota em busca de autoconhecimento dentro da confusão que ela mesma é, essa sou eu. Sempre bem preocupada com o futuro, mas sem esquecer de viver o presente. Ainda estou decidindo entre cinema e medicina, é…os dois opostos me atraíram. Mas, independente da escolha, penso que o importante é seguir minha intuição e estar disposta a tudo para conseguir êxito e sucesso no que desejo.

>
Rolar para cima