Incertezas

Quando eu era criança, meu maior desejo era crescer logo, ser adolescente e estar na faculdade como nos filmes, com a profissão tão sonhada escolhida com mais facilidade do que parece.

Quando se é criança, você tem certeza de que vai ser estilista ou astronauta, modelo ou médica e que a não haverá nenhuma dúvida em relação à profissão a ser exercida.

Mas eu cresci, e agora? Bom, agora, com o 2° ano do ensino médio quase completo, eu vejo que a pequena Estefany não tinha tanta razão, que eu tenho, sim, dúvidas (e que todo mundo tem, já que é algo completamente normal).

Ainda não decidi se quero confeitaria ou se quero cursar Barro Branco e me tornar tenente. Eu sei que são coisas muito distintas, mas o nível de desejo de ser profissional – tanto confeiteira como tenente – é bem acirrado. Mas sei que, com o autoconhecimento, em breve estarei decidida.

Estefany Celenza Alburgueti de Souza


Meu nome é Estefany, tenho 17 anos e recentemente descobri que sou muito boa em confeitaria, fazendo docinhos, bolos e até pães. Porém, meu sonho sempre foi entrar para o Barro Branco e lá me tornar tenente. Estou atualmente tentando descobrir qual paixão devo seguir.

  • Aline Silva disse:

    Estefany sua linda! Deus plantou dons e talentos múltiplos em você! Acredite neles! Desenvolva sua potencialidade máxima! Cabem as duas coisas no seu futuro cheio de possibilidades! ‘Acredite-se’! Quem disse que não dá pra descobrir-se em várias possibilidades incríveis não é mesmo?

  • >
    Rolar para cima